Sobre ser Nova Um

Sebastião José Adão, é casado e tem uma filha, é um dos mais antigos trabalhadores em obras da Nova Um, começou em julho de 2007 na fundação do edifício Chaplin II. Ao longo desse tempo o funcionário teve várias conquistas, entre elas a construção de uma nova casa e trocar o carro algumas vezes.

As principais mudanças notadas pelo funcionário quando falamos sobre as técnicas construtivas foram no sentido da praticidade, ele citou a mudança nos muros de arrimo, uma estrutura utilizada para a contenção do solo dos terrenos vizinhos que antes era uma parede de concreto mais trabalhosa e agora fazemos a cortina de estacas bem mais simples. Também citou a troca de uma parte das escoras de madeira por escoras de metal, mais leves e fáceis de usar.

Quanto ao programa de qualidade na construção da Nova Um, o Sr. Sebastião gostou muito do pré-nivelamento das lajes, que é feita uma conferência prévia antes da concretagem com o nível laser, corrigindo qualquer problema, e quando aferido após a concretagem os desníveis não passam de 1 centímetro, enquanto antes do procedimento havia pontos com 5 centímetros de desnível. Com isso, há grande economia na regularização das lajes.

Quando questionado sobre o que ele mais valoriza na empresa o trabalhador disse que é o pagamento sempre em dia e a agilidade em receber os equipamentos de segurança e as ferramentas quando necessário, além das boas condições de trabalho, fato percebido pois o pessoal que é mandado embora ou sai das obras da Nova Um geralmente pede pra voltar.

Ao final da conversa o funcionário concluiu falando sobre a filosofia contra o desperdício da equipe, e como é o responsável pela disposição dos materiais e ferramentas no almoxarifado sempre alerta os colegas de trabalho a para evitar desperdícios.

Nova Um (Mar 2020)

Escreva seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *